segunda-feira, 4 de fevereiro de 2013

Top 10 livros de 2012

2012 pode até não ter sido um ano com tantas leituras, mas foram boas. Espero atingir minha meta de 30 livros este ano, e continuar compartilhando minha opinião sobre eles. 



#10 - “O Poder dos Seis”, de Pittacus Lore

Também li este ano o primeiro livro, “Eu Sou o Número Quatro”, mas com certeza este aqui se superou. Os novos personagens dão uma guinada incrível para a trama principal da série, deixando o leitor sem noção alguma do que pode acontecer em seguida.


#9 - “A Breve Segunda Vida de Bree Tanner”, de Stephenie Meyer

A autora de “Crepúsculo” nos dá uma perspectiva diferente dos vampiros exóticos que criou, a partir do ponto de vista de Bree, que faz parte do exército de Victoria. Os personagens são diferentes e cheios de emoção, e o romance não deixará ninguém com sono desta vez, e sim torcendo para que nada de ruim aconteça. Que bom que ela provou que sabe escrever!


#8 - “A Lenda do Cavaleiro Sem Cabeça”, de Washington Irving

Uma narrativa detalhada cheia de paixão e entusiasmo que vicia. Mesmo curto, este conto te dará sede, medo ou tontura junto com o protagonista, e tem um final simplesmente brilhante.






#7 - “O Aprendiz”, de Joseph Delaney

O início de uma saga super criativa. Cheio de mistério e suspense, Joseph vai tirando seu fôlego em câmera lenta, até que nada mais importa enquanto a resolução não aparece. Só cuidado para não ler à noite!





#6 - “Silêncio”, de Becca Fitzpatrick

Becca prova que nem todo romance paranormal YA deve ser sem conteúdo, chato e mal feito. Não. A mitologia usada e o jeito como a trama se encaixa é brilhante, e mal posso esperar para comprar “Finale”!


#5 - “Jogos Vorazes”, de Suzanne Collins

Viciante e completamente genial, o livro não te deixará comer ou dormir durante um tempo. Mesmo que às vezes seja um pouco parado, o estilo simples de escrita te obriga a virar a página e ver o que acontece.



#4 - “The Complete Peanuts”, Vol. 1, de Charles Schulz

Esse compendium de tirinhas é tudo o que faltava para eu me apaixonar pela incrivelmente inteligente e engraçada turma de Charlie Brown. Com sorte conseguirei terminar essa pequena coleção (de, até agora, 18 volumes. É).




#3 - “O Nome do Vento”, de Patrick Rothfuss

Mesmo que descritivo demais em algumas partes, este universo complexo e bem bolado vai se desenrolando suavemente com a narrativa de Rothfuss. Com certeza é o primeiro livro que todo autor gostaria de ter escrito.


#2 - “The Sorcerer’s Stone”, de J. K. Rowling

Uma releitura necessária. O estilo de escrita de Jo em inglês é ainda mais gostoso, e foi muito bom reviver a aventura de Harry desde seu começo fofo e emocionante (ainda mais com estas ilustrações da edição dos EUA, que se encaixam super bem).



#1 - “Frankenstein”, de Mary Shelley

Passei a amar clássicos. Jogue for a aquele monstro verde da televisão, pois este livro me emocionou com a humanidade e a simplicidade de uma criatura terrível. Dark, cru e com milhares de tapas na cara de pessoas com atitudes parecidas com a dos personagens. Preciso fazer uma resenha desta obra que se tornou a minha predileta de todos os tempos.

2 comentários:

  1. Uau, vc leu bons livros em 2012.

    http://livrosleituraseafins.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir